Á velocidade do Sol

7/17/2010 / 02:53 /

O primeiro dia deste tipo de viagens é sempre uma experiencia cansativa. Voos, transferes, check-ins, enfim o normal. No entanto este primeiro dia foi marcado por uma experiencia algo diferente...



Desde que saimos de Londres com o por do sol no Horizonte nunca mais o perdemos de vista. Mesmo agora, já instalados no hotel o por do sol continua lá fora a dourar o horizonte, apesar dos relogios marcararem 2 horas da manha.



O voo de Lisboa saiu com hora e meia de atraso, apesar de algo apreensivos chegamos a londres perfeitamente as tempo de fazer o transfer para o segundo voo. Chegamos nos porque uma das malas do Filipe Elias que trazia a sua roupa interior ficou em Lisboa. Na entrada do aviao fomos chamados de parte por uma das nossas malas ter sido referenciada como transportanto material perigoso. Era a do Filipe e o material perigoso eram 3 garrafas de CO2 para encher os pneus. Com esta inspeccao de ultima hora a mala acabou por nao embarcar e la se foram as meias e boxers do Filipe.



O problema foi resolvido ainda em Londres com a compra de roupa interior nova enquanto nós degustavamos uma bebida tipica.



A chegada a Reykjavik correu normalmente, um taxi trouxe todos directos para o hotel, as motos já estao no estacionamento prontas para amanha arrancarem para a estrada.



Como já repararam este teclado nao tem acentos pelo que vai ser dificil conseguir respeitar a gramatica nesta viagem ;)

Etiquetas:

1 comentarios:

Comment by SMSM on 17 de julho de 2010 às 22:41

tinha que ser assim, senão não tinham nada para contar... agora é só diversão... tirem muitas fotos. susana

Enviar um comentário